Skip links

“É uma irresponsabilidade política.” Médicos e enfermeiros desmentem Ministério da Saúde

Enquanto médicos e enfermeiros acusam o Ministério da Saúde de ser irresponsável, o secretário de Estado da Saúde garante que “a recuperação da atividade está a acontecer”.

 

Publicidade

Médicos e enfermeiros desmentem o Ministério da Saúde e acusam os titulares da pasta de “irresponsabilidade política”. Em causa está a repercussão do desvio de recursos humanos para o processo de vacinação, nos centros de saúde. As classes profissionais têm alertado para problemas de funcionamento nos cuidados de saúde primários.

Em declarações à TSF desta manhã, Diogo Serras Lopes, secretário de Estado da Saúde, não se reviu neste alerta, desmentindo a existência de falhas.

“A recuperação da atividade está a acontecer”, afirmou, reconhecendo que “janeiro foi um mês particularmente difícil, com todo o SNS vocacionado para uma situação de absoluta emergência devido aos casos de Covid-19. Fevereiro ainda foi um mês, de alguma forma, não normal, mas o final de fevereiro e março já demonstra uma clara recuperação da atividade, tanto a nível hospitalar como a nível dos centros de saúde”.

Diogo Serra Lopes relembrou, no entanto, que “o reforço de recursos humanos do SNS tem vindo a acontecer e já acontecia antes do Covid”.

Fonte: TSF

 

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment