Skip links

Hoje assinala-se o Dia Europeu do Melanoma

A data surgiu em 1999. Portugal uniu-se à comemoração no ano 2000.

Este dia visa alertar a população para os perigos da exposição solar excessiva e os malefícios que esta pode originar na pele.

O melanoma é o tipo de cancro da pele mais grave. Todos os anos, surgem mais de 10 mil novos casos de melanoma em Portugal.

No Dia Europeu do Melanoma várias instituições hospitalares organizam rastreios gratuitos junto da população tendo-se já analisado 450.000 pessoas neste dia.

 

Publicidade

Como identificar o melanoma?

Faça com regularidade um auto exame cutâneo para identificar possíveis problemas. Verifique o tamanho, forma, bordo, cor e aplique a regra ABCDE:

  • A: Assimetria (a forma do sinal é irregular, não redonda)
  • B: Bordo (o contorno do sinal é irregular, mal delimitado)
  • C: Cor (o sinal não apresenta uma cor uniforme, tem várias cores)
  • D: Diâmetro (o diâmetro do sinal é superior a 5 mm)
  • E: Espessamento recente

Se verificar que um sinal se altera em pouco tempo, deve recorrer a um médico dermatologista para observação.

 

Cuidados a ter

  • Aplicar protetor solar de índice elevado
  • Evitar a exposição solar no período entre as 11 horas e as 16 horas
  • Usar óculos e chapéus
  • Não fazer solário

O melanoma pode afetar qualquer pessoa, em qualquer idade, mas é mais comum em pessoas com mais de 50 anos, para além de ter 10 vezes maior probabilidade de ocorrer em indivíduos de raça branca do que de raça negra.

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment