Skip links

Técnicos de Radiologia protestam em Viana do Castelo

Vigília está agendada para as 16h00, em frente ao Hospital de Santa Luzia

Em comunicado enviado para a redação pode ler-se :

Protestando contra a caducidade dos contratos de trabalho, considerando a continuidade da conceção do Serviço de Imagiologia da ULSAM – Unidade Local de Saúde do Alto Minho à Lifefocus II, os Técnicos de Radiologia da ULSAM vão avançar com nova vigília. A mesma está agendada para esta sexta-feira, 21 de maio, entre as 16h00 e as 19h00, em frente ao Hospital de Santa Luzia em Viana do Castelo. Os profissionais vão, mais uma vez, denunciar publicamente as ilegalidades que estão a ser cometidas e as condições de trabalho a que são sujeitos.

 

Em causa está a precariedade das condições de exercício profissional pelo não reconhecimento da necessidade permanente da manutenção do posto de trabalho, a continuidade da relação jurídica de emprego estabelecida entre a Lifefocus II e TODOS os trabalhadores e a não internalização dos Técnicos de Radiologia na instituição ULSAM.

 

Os profissionais exigem a internalização dos meios complementares de diagnóstico e terapêutica nas instituições e serviços públicos de saúde, o que neste caso reflete a internalização dos Técnicos de Radiologia na ULSAM, a negociação de remunerações dignas com base no reconhecimento de um exercício consentâneo com a qualificação, conhecimento e competência destes profissionais, a aplicação das normas do Código do Trabalho, no estrito cumprimento das regras de transmissão de empresa ou estabelecimento, sem desvios, o reconhecimento do seu direito ao posto de trabalho, com condições contratuais e de exercício que dignifiquem os profissionais a nível remuneratório.

Recorde-se que em causa está um histórico de precariedade das condições de exercício profissional destes profissionais de saúde e o não reconhecimento do direito à manutenção do seu posto de trabalho nos termos da lei.

Pela imprescindibilidade das funções desempenhadas por estes profissionais de saúde, assente na importância do serviço do qual fazem parte, o recurso a uma empresa externa cujo contrato pode não ser renovado e que não quer garantir a continuidade nos termos da lei dos contratos dos Técnicos de Radiologia, remunerando-os com paridade com outros Técnicos de Radiologia da ULSAM e de outras instituições, situação que pode ser resolvida com a internalização pela Unidade Local, sob pena de ser também ser responsável por esta situação.

Comunicado do Sindicato dos Técnicos das Áreas de Diagnósticos e Terapêuticos

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment