Skip links

Hoje asssinala-se o Dia Europeu dos Parques Naturais

Um parque natural é uma área protegida por lei com paisagens naturais, seminaturais e humanizadas, de interesse nacional. O objetivo do parque natural é conservar a fauna e a flora existentes para as gerações vindouras.

O Dia Europeu dos Parques foi lançado pela Federação EUROPARC em 1999. É comemorado a 24 de maio porque foi nessa data, em 1909, que se criaram os primeiros parques naturais na Europa (nove parques nacionais na Suécia).

Em Portugal de todos os Parques Naturais existentes destaca-se o Parque da Peneda- Gerês, o único que foi classificado Parque Nacional.

Publicidade

Mas a lista de Parques Naturais em Portugal é vasta. Lugares de paisagens ímpares:

Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica 

A denominação é um selo de excelência que foi atribuído a um território onde existe simbiose entre o Homem e a Biosfera e através do qual se visa potenciar o turismo, a conservação da Natureza, os produtos regionais certificados e a criação de novas oportunidades de emprego.

Engloba 4 parques naturais:

  1. Lago da Sanabria e arredores (Espanha)
  2. Montesinho (Portugal)
  3. Douro Internacional (Portugal)
  4. Arribes del Duero (Espanha)

 

Parque Natural do Alvão

Ricas em biodiversidade, as Fisgas de Ermelo possuem um enorme valor patrimonial e científico. Tanto pelas várias espécies presentes como pela marca de fósseis . Classificadas como uma das maiores quedas de água existentes na Europa, o nome popular dado ao Rio Olo, surgiu da fracturação das rochas com cerca de 480 milhões de anos.

 

Zona Demarcada do Douro e Alto Douro Vinhateiro

Existem várias rotas que pode realizar na Região do Douro como as rotas ligadas à cultura do vinho (Rota do Vinho do Porto e Rota dos Vinhos de Cister), a Rota do Vale do Côa entre outras culturais que existem como a Rota do Românico, fazer diferentes tipos de cruzeiros/passeios de barco ou comboio, trilhas, passeios de carro ou até mesmo fazer algumas destas combinações.

A Região Demarcada do Douro tem uma extensão com cerca de 250.000 hectares ao longo do Rio Douro e de seus afluentes, entre Barqueiros e Barca d’Alva.

Apesar da UNESCO só ter classificado cerca de 10% deste território como Património da Humanidade, considerou a restante área da Região Demarcada do Douro como “zona tampão” e deu indicações no sentido de nela ser aplicado o mesmo tipo de medidas conducentes à gestão e salvaguarda da paisagem classificada.

 

Mata do Bussaco

Floresta Nacional do Bussaco é considerada área protegida e possui uma das melhores coleções dendrológicas da Europa, com cerca de 250 espécies de árvores e arbustos com exemplos notáveis. Foi nesta montanha que se travou a batalha do Buçaco em 1810. O Museu Militar tem nos seus quartos o espólio da Batalha do Buçaco e o Obelisco o seu memorial. O convento de Santa Cruz foi construído no século XVII pela Ordem dos Carmelitas Descalços.

 

Arouca Geoparque

rouca, tem uma história milenar, situando-se na Bacia do Douro, no Norte do Distrito de Aveiro, a cerca de 50Km do Porto. O Arouca Geoparque talhado em xisto e granito e com um património geológico de milhões de anos, é classificado como Geoparque Mundial da UNESCO.

Uma terra de paisagens deslumbrantes, monumentos históricos, aldeias tradicionais, gastronomia, artesanato, os passadiços do Paiva, praias fluviais e as águas bravas do rio Paiva para Rafting, percursos pedestres, entre muitas outras atividades.

 

Parque Nacional da Serra da Estrela

O parque natural da Serra da Estrela possui o ponto mais elevado em Portugal Continental, com a altitude de cerca de 2.000 metros.

No cume da Serra da Estrela, a Torre possui pistas de ski, sendo o único local em Portugal onde se torna possível a prática de desportos de Inverno.

Os desníveis montanhosos existentes, permite observar paisagens indescritíveis de rara beleza.

 

 

 

Reserva Natural das Berlengas (Peniche)

É impossível falar de Peniche e não referir as Berlengas, arquipélago situado a 15 Km da costa oeste de Peniche. São compostas por três ilhéus – Berlenga Grande, as Estelas e os Farilhões, a primeira das quais é a maior e a única que é habitável.

Em 2011 foi considerada pela Unesco, Reserva Mundial da Biosfera, e área protegida desde 1465.

 

Parque Florestal de Monsanto

Monsanto com mais de 1000ha. de biodiversidade, localizados em pleno coração de Lisboa, é um recurso estratégico regional no domínio das atividades livres em natureza.

Esta serra, é hoje fundamental na regulação da qualidade do ar e no clima da cidade de Lisboa, assumindo uma presença incontornável do ponto de vista paisagístico, projetando-se como um enorme espaço de recreio e lazer.

 

Parque Natural Sintra-Cascais

O Parque apresenta uma grande diversidade de ambientes e paisagens que inclui dunas, florestas, lagoas, uma acidentada linha costeira com altas arribas interrompidas por praias, o imponente Cabo da Roca e, no centro, a magnífica Serra de Sintra e toda a área classificada pela UNESCO como Paisagem Cultural e Património da Humanidade.

Esta zona é particularmente rica e variada do ponto de vista da fauna, da flora e da geomorfologia.

 

Parque da Pena

O Parque da Pena é um dos raros casos em que a Natureza foi beneficiada pela ação do homem, já que se trata da zona melhor preservada da serra. D. Fernando, autor do projeto do palácio e parque da Pena, procurou recrear uma paisagem cénica, o que conseguiu com a florestação planeada e intensiva das encostas da serra. Uma Serra de Sintra repleta de regatos, fontes, lagos, fetos, árvores exóticas, aves raras em cativeiro e uma variada fauna em liberdade.

 

Parque Natural da Arrábida

O parque estende-se por uma área de 10800 ha. A flora da Serra da Arrábida é um dos elementos a realçar neste parque onde o relevo acidentado permitiu diferentes microclimas e uma grande diversidade de espécies.

A Mata do Solitário, a Mata do Vidal e a Mata Coberta constituem as três reservas integrais do Parque. Durante muitos anos, esta área foi uma importante coutada de caça. Possui uma enorme e diversificada fauna e flora.

 

Reserva Natural do Estuário do Sado 

A maior parte da Reserva Natural corresponde a zonas húmidas, nomeadamente ao próprio rio e a zonas sapais e de lodo. Situa-se no distrito de Setúbal englobando os concelhos de Setúbal, Palmela, Alcácer do Sal e Grândola.

Na reserva encontram-se, na Costa Oeste da Península de Tróia, as formações típicas de Praias e Dunas. Relativo à riqueza biológica do estuário do Sado, constitui uma região de grande importância de duas espécies costeiras de cetáceos: o roaz-corvineiro e o boto. Na vida animal da reserva podemos referir outros mamíferos como a lontra, o texugo, a raposa, entre outros. Nas diversas espécies de aves aquáticas, destaca-se o pato-real, a cegonha branca, o flamingo, a águia sapeira, graças, entre muitas outras.

 

Reserva Natural do Estuário do Tejo 

Esta Reserva Natural é a maior zona húmida Portuguesa, e uma das mais importantes da Europa. Inclui uma das maiores extensões contínuas de águas estuarinas (lamas, sapal e mouchões) e é uma das zonas do país onde se podem observar mais aves aquáticas migratórias.

Alberga regularmente mais de 50 mil aves aquáticas invernantes. Nos seus campos agrícolas e nas pastagens, podem-se observar touros e cavalos lusitanos.

 

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

O Alentejo oferece história, aventura, natureza e experiências para quem o visita. São diversos os espaços e cenários para passeios a pé, a cavalo, de bicicleta, de balão ou de barco. Pode provar a gastronomia regional, desfrutar dos melhores hotéis, conhecer praias desertas e parques naturais.

O litoral do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, tem inúmeros os cenários privilegiados para quem procura a diversidade e beleza de uma paisagem intocada.

 

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment