Skip links

Ensinaram-nos que esta é a vida que nos ‘calhou’ e temos de aguentar!

Desde miúdos ensinaram-nos que a nossa felicidade depende de outra pessoa, da minha conta bancária, da forma como os outros se comportam connosco.

Ensinaram-nos que só só seremos amados si tivermos o corpo perfeito!

Ensinaram-nos a nos sentirmos culpados se não fizermos ‘o correto’, como se aprender não fosse um processo de erros e tentativas.

Ensinaram-nos a criticar os outros quando não partilhamos da mesma opinião, como se fosse errado termos experiências distintas, que nos levam a conclusões e visões diferentes.

Ensinaram-nos que as doenças simplesmente aparecem assim, do nada, e que só importa apagar os sintomas e tudo fica resolvido.

Ensinaram-nos que o sol é prejudicial!

Ensinaram-nos que as emoções só estão presentes quando sentimos algo e que essa energia não tem impacto algum no nosso estado físico e mental.

Ensinaram-nos que estar ’em repouso’ é sermos inúteis e que temos de estar constantemente ‘a fazer algo’.

Ensinaram-nos que o silêncio temos de o preencher com alguma coisa.

Ensinaram-nos que a nossa vida é aquela que nos ‘calhou’ e que nada podemos fazer para mudar.

Ensinaram-nos que a ansiedade e a depressão são doenças crónicas e não uma resposta natural a alguma coisa que teimamos em não querer ver nem resolver.

Ensinaram-nos que só somos um corpo e por isso sofremos quando o corpo termina.

Ensinaram-nos que a vulnerabilidade é fraqueza e que o amor tem de ser condicionado.

Ensinaram-nos a nos compararmos e a querermos ser como todos os outros e não a sermos nós próprios.

Não somos vítimas de aquilo que aprendemos e muito menos onde o fizemos, mas somos responsáveis sim por queremos desaprender!

Depois perguntamo-nos porquê existe tanto caos. Será que precisamos desaprender? Acho que sim?

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment