Skip links

Ponte da Barca| “Dão carne de cavalo e de vaca para comprar votos. Uma autêntica vergonha”

Ambiente pré-eleitoral ao rubro. As denúncias e o bate boca nas redes sociais começam a fazer parte da agenda diária. As eleições para a gestão dos Baldios da Freguesia de Britelo estão marcadas para o próximo domingo, dia 08 de agosto. O Espectador obteve, em exclusivo, as declarações de um morador que afirma “estarmos perante uma campanha suja e muito baixa”.

 

“Isto de querer comprar o voto dos britelenses a oferecer carne de cavalo, de vaca e também empregos é muito baixo. Na campanha do senhor José Carlos Martins e do Estevão de Jesus Rodrigues vale tudo”, começa por dizer um morador de Britelo, que conhece muito bem o trabalho da atual lista que compõe a gestão dos Baldios daquela freguesia barquense.

“O trabalho do atual Presidente dos Baldios, António da Silva, é louvável. Nunca tivemos os nossos montes, caminhos e trilhos turísticos tão bem zelados. Acho uma pouca vergonha a campanha de desmérito que está a ser engendrada para tentar ganhar votos. Os antigos presidentes, por exemplo, o Claudino e o Jesus, ao que se diz por ai, limparam os montes, sim, cortaram todos os pinheiros mas a obra nunca se viu. Já o Martins, resumiu-se a fazer um parquezito de merendas…nunca se viu tudo limpo como agora. O atual presidente até pode andar com o jipe dos baldios como se fosse o próprio carro dele, mas pelo menos trabalha e tem tudo limpo”, afirma este morador que pediu para se manter no anonimato.

As eleições para os Baldios de Britelo para o quadriénio (2020/2024) tem duas listas. Em ambas, dois dos elementos que encabeçam as listas são de igual forma, candidatos à Junta de Freguesia de Britelo. António Silva, pelo PS e Estevão de Jesus Rodrigues como independente (partido Todos Unidos por Britelo) com apoio ao PSD.

“Dai a rivalidade. Sabemos que o António fez um excelente trabalho enquanto presidente dos baldios e juntamente com os colegas da lista do PS fariam um trabalho fantástico em toda a freguesia. Coisa que não é bem vista pelo Martins e pelo Jesus. Por isso vão de porta em porta, a oferecem emprego para a junta e para os compartes e dando carne de cavalo e vaca para comprarem votos. Uma estratégia baixa e sem fundamento. A estratégia de quem nada faz e depois pensa que a comprar consciências se safa no dia das votações. É uma bela dupla que ali está: o candidato aos compartes e o tesoureiro da junta, de porta em porta a oferecerem carne…em fim!”.

As eleições para os baldios serão realizadas no domingo, 08 de agosto. Nas redes sociais é bem visível a contenda “pois, essa é a outra fase da campanha feita pelos senhores que pretendem entrar agora nos baldios. Perfis falsos a denegrirem o atual presidente dos baldios. Uma total loucura. Muito amor por Britelo mas esse amor só lhes aparece em época de eleições. Porque normalmente é só olharem pelos interesses deles. Se gostassem muito da terra quando lá estiveram (nos baldios) tinham feito mais e melhor. O trabalho da atual gestão está ai, à vista de todos. Montes limpos, trilhos que se podem percorrer. Até aqui, com as anteriores gestões, era monte por cortar e dinheiro que voava como as folhas mas que nunca soubemos para onde foi parar porque obra nunca houve”, culmina.

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment

  1. Quem isso faz não é por amor a terra, mas para confortar a carteira mais tarde.

  2. Como nunca escondi aquilo que sou e não tenho vergonha daquilo que fiz em prol da freguesia de Britelo só queria informar que o meu mandato foi de dois anos e tudo começou do nada. As primeiras candidaturas foram por mim preparadas e quem usufruiu delas foi quem veio a seguir. Sem querer tomar partido por nenhuma candidatura reconheço o trabalho feito pelo atual executivo e pena é que se envolva política nestas situações. Os baldios não são do PS, não são do PSD e não são independentes. Os baldios são dos com partes de BRITELO.