Skip links

Papa nomeia D. João Lavrador como novo bispo de Viana do Castelo

Responsável, até agora na Diocese de Angra, sucede ao falecido D. Anacleto Oliveira.

 

O Papa nomeou hoje D. João Lavrador, até agora bispo de Angra, como novo responsável pela Diocese de Viana do Castelo, informou a Nunciatura Apostólica, em nota enviada à Agência ECCLESIA.

A diocese do Alto Minho encontrava-se em sede vacante desde 18 de setembro de 2020, após o falecimento de D. Anacleto Oliveira na sequência de um despiste de automóvel, ficando confiada a um administrador diocesano, monsenhor Sebastião Ferreira.

D. João Lavrador, de 65 anos, nasceu a 18 de fevereiro de 1956 em Mira, Diocese de Coimbra, ao serviço da qual foi ordenado padre, em 1981; o Papa Emérito Bento XVI nomeou-o bispo auxiliar do Porto, a 7 de maio de 2008, e a 29 de junho do mesmo ano recebeu a ordenação episcopal, em Coimbra.

A 29 de junho de 2015, o Papa Francisco nomeou-o bispo coadjutor de Angra, tendo tomado posse da diocese açoriana a 15 de março do ano seguinte, como sucessor de D. António Sousa Braga.

Na Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), é presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais desde 2017.

Doutorado em Teologia, o novo bispo de Viana do Castelo defendeu tese de licenciatura sobre ‘O Laicado no Magistério dos Bispos Portugueses, a partir do Vaticano II’ e de doutoramento sobre ‘Pensamento Teológico de D. Miguel da Annunciação –Bispo de Coimbra (1741 – 1779) e renovador da Diocese’.

Em Coimbra, D. João Lavrador foi capelão do Carmelo de Santa Teresa de Coimbra, tendo acompanhado a Irmã Lúcia durante os últimos anos da sua vida; foi ainda reitor do Seminário e docente no Instituto Superior de Estudos Teológicos, dirigindo o Instituto Universitário Justiça e Paz.

Em nota enviada à Agência ECCLESIA, a CEP saúda esta nomeação para a Diocese de Viana do Castelo, “que ansiava a chegada de um novo Pastor após o falecimento de D. Anacleto Oliveira, e deseja a D. João Lavrador um frutuoso ministério pastoral”.

A 3 de novembro de 1977, o Papa Paulo VI erigiu canonicamente a Diocese de Viana do Castelo, separando-a da Arquidiocese de Braga, pela Constituição Apostólica ‘Ad aptiorem populi Dei’.

A área da diocese, com 2255 km2, coincide com território civil do distrito de Viana do Castelo, contando 291 paróquias e uma população de uma população de mais de 230 mil pessoas.

 

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment