Skip links

Moderna, Pfizer ou Janssen, qual a mais eficaz?

Um estudo realizado pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos sobre a eficácia das vacinas da Moderna, da Pfizer e da Janssen revelou que o imunizante da Moderna é o mais eficaz a evitar internamentos (93%), seguindo-se o da Pfizer com 88% e o da Janssen com 71% de eficácia.

 

O estudo, divulgado na passada sexta-feira, envolveu mais de 3.600 adultos hospitalizados com suspeitas de covid-19 entre março e agosto. Destes, 1.682 receberam resultados positivos, enquanto os outros foram considerados grupo de controlo. “Entre os adultos dos EUA sem condições imunocomprometedoras, a eficácia da vacina contra a hospitalização por covid-19 durante 11 de março a 15 de agosto de 2021 foi maior para a vacina Moderna (93%) do que a vacina Pfizer-BioNTech (88%) e a vacina Janssen (71 %)”, pode ler-se no relatório.

A maioria dos participantes – 64% – não estava vacinado. Quase 13% foram totalmente vacinados com a vacina Moderna, 20% foram totalmente vacinados com a injeção Pfizer e apenas 3,1% foram totalmente vacinados com a dose única da Janssen. A maior diferença verificada entre o imunizante da Moderna e o da Pfizer tornou-se evidente quando surgiu um declínio da eficácia quatro meses após as pessoas estarem totalmente inoculadas com a vacina da Pfizer.

“As diferenças de eficácia entre as vacinas da Moderna e da Pfizer podem dever-se ao conteúdo de mRNA mais elevado na da Moderna, ao intervalo diferente entre as duas doses de cada uma ou a possíveis diferenças entre os grupos que receberam cada vacina e que não foram tidas em conta na análise”, é explicado no relatório.

Fonte: Impala

 

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment